Twitter Facebook Google Plus Youtube

Southern Rock Rádio

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Ali na Esquina

Ali na Esquina

O Ali na Esquina é mais uma grande banda de Southern Rock nacional. Formada em Campinas, São Paulo, por André Batiston (violão e viola) Léo Malagrino (baixo), Gabriel Adorno (guitarras e violão), Guadalupe Ayslan (Hammond e piano) e Eduardo Moreira (bateria), adiciona ao gênero diversos elementos, ritmos e sonoridades brasileiras e regionais.

 Neste seu repertório, o Ali Na Esquina mescla a organicidade deste Rock'n Roll de raiz criado no sul dos Estados Unidos e seus gêneros mais influentes como o Blues, o Jazz e o Country, aos gêneros tradicionalmente brasileiros como o Pagode de Viola, a Guarânia, o Choro, o Frevo, a música de Minas Gerais e a música caipira brasileira. 


Com estas interações, as composições do Ali Na Esquina dialogam as tradições e raízes de tantos gêneros presentes em diversas partes da América e fazem do Rock Instrumental um gênero capaz de unir as mais ricas sonoridades,  mantendo viva a música de raiz e também a energia e peso do Rock'n Roll. 


André Batiston (violão e viola) é Bacharel em Música Popular e Licenciado em Artes-Música pela Universidade Estadual de Campinas-  Unicamp. Além de tocar na banda Ali Na Esquina, é integrante da Camerata de Violões de Campinas (grupo premiado com o 1º lugar na categoria Ensamble de Guitarras no 11º Concurso Internacional de Guitarra 'Raul Sanchez Clagett, no Uruguai). E também trabalha com a criação e interpretação musical no Grupo Palpita (grupo de pesquisas em dança contemporânea). Atua também como compositor, arranjador e educador musical.



Gabriel Adorno (guitarras e violão) ingressou em 2010 no curso de Música Popular da Unicamp. Guitarrista convidado da orquestra Na Gaveta e da Big Band Blues, participou de apresentações em São Paulo e Campinas. Atuou como guitarrista na Big Band do Instituto de Artes, no projeto orientado pelo trompetista americano Daniel Barry durante seu período de residência na faculdade. Desde 2008 trabalha como educador musical dando aulas de violão e guitarra. Foi integrante da banda Laboratório ID com a qual lançou um disco em 2011. Atualmente integra a Incrível Banda do Mestre Jonas, Paulo Gazela Trio e o Ali Na Esquina.



Guadalupe Ayslan (Hammond e piano) estudou na Escola de Música de Jundiaí, de 1986 a 1990, flauta doce e violão popular. Estudou Órgão Elétrico na Escola Musical Jule - Jundiaí de 1990 a 1992, e contrabaixo elétrico e violão clássico com Ivan Assaf de 1998 a 2000. Tocou na banda The Teachers, de Jundiaí em 2000. Coralista e solista do Coral Zíper na Boca, de Campinas de 2001 a 2005 e 2008 a 2011. Estudou Piano com Renata Sampaio e Wycliff Wianna. E atuou como Baixista, tecladista e vocalista nas bandas Big Foot, Banda Aurora, Amigos do Queiróz, participando e vencendo festivais. Ingressou na Unicamp, na modalidade Composição em 2010, mesmo ano em que entrou para o Ali Na Esquina, como tecladista e compositor até o presente.



Léo Malagrino (baixo) é bacharel em Música Popular pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp. Iniciou os estudos musicais em 2000 e integrou diversos grupos como a Camerata de Violões Uirapuru, gravando seu 1º cd em 2003 e fez parte de bandas como baixista, se apresentando em festivais. Atualmente realiza trabalhos como compositor, arranjador e produtor, sob influência de estilos musicais diversos, prezando sempre pela rica diversidade musical e cultural. Também é professor particular de música desde 2006. Realizou pesquisas sobre o Processo Criativo na Mixagem, pela Fapesp. E trabalha com diversos grupos nas áres de Instrumental brasileiro, Trilhas, Rock, Funk, Blues, Jazz, Bossa, Samba, Choro, Ska e Reggae, entre outros. Atualmente é baixista, compositor e arranjador nos grupos Ali Na Esquina, Skafandros Orkestra, Renata Gontijo, Chão de Céu e Trilheiros Orquestra.



Eduardo Moura (bateria) toca bateria desde os 10 anos de idade, atualmente estuda no Conservatório Dramático Musical de Tatuí e na Emesp - Tom Jobim em São Paulo. Nessas escolas estudou com professores de renome internacional como Lilian Carmona e Edu Ribeiro, tendo experiências em várias áreas da música instrumental. Já tocou em diversos grupos de música brasileira, jazz, música latina, grupos vocais, hard rock, heavy metal, pop e reggae, integrando o Ali na Esquina.



No seu primeiro disco autointitulado, o Ali Na Esquina une sonoridades semelhantes presentes em diversas culturas e gêneros musicais populares da América: o Caipira.

Com estas semelhanças o Ali Na Esquina quebra barreiras e faz do Rock Instrumental um gênero capaz de unir o Pagode de Viola ao Southern Rock; a Roda de Choro à New Orleans; Blues, Trilhas de Velho Oeste e Bluegrass se misturam a sonoridades que remetem ao Clube da Esquina, Quarteto Novo, Mutantes e Tião Carreiro, além de muitos outros.
Nesta viagem, as composições do Ali Na Esquina levam interações através de sua instrumentação que dialoga Viola Caipira com Guitarras, Sanfona com Órgão Hammond, Banjo e instrumentos de Sopro que se unem ao Baixo e Bateria de Rock.  Portanto, ao manter vivo o espírito e o som do Rock 'n’ Roll, o Ali na Esquina preserva as tradições e raízes dos seus gêneros caipiras mais influentes. 


Vale a pena conferir. Uma grande banda e que merece fazer sucesso.



Site oficial: http://oalinaesquina.wix.com/alinaesquina




0 comentários:

Postar um comentário