Twitter Facebook Google Plus Youtube

Southern Rock Rádio

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Warren Haynes

Warren Haynes

Warren Haynes teve sua primeira chance quando ele tinha acabado de completar 20 anos de idade, juntando-se a turnê de David Allan Coe. O baixista Mikey Hayes foi quem viu Haynes pela primeira vez se apresentando em uma boate chamada "The Brass Tap" em Asheville , Carolina do Norte. Coe e a banda tinham acabado de terminar um filme chamado "Lady Grey" (1982), e Coe havia decidido trocar o guitarrista da época, com a indicação de Hayes, que disse a Coe que ele era um guitarrista promissor, Haynes foi contratado para se juntar a banda.

Durante vários anos Haynes excursionou com a banda de Coe pelos Estados Unidos, Noruega, Dinamarca e Grã-Bretanha, entre outros. Durante a gravação de um álbum de David Allan Coe em Nashville, Tennessee, Coe saiu e voltou com os amigos Dickey Betts, Gregg Allman e Don Johnson (que estava atuando no programa de televisão Miami Vice). Esta foi a primeira aparição de Haynes para Dickey Betts.
Depois de tocar com Coe por anos, Warren Haynes e Mickey Hayes deixaram a banda e mudaram-se para Nashville, onde dividiam um apartamento e trabalharam juntos para formar a banda Rich Hippies, que contou com Dennis Robbins, Mickey Hayes, Mark Dever, Warren Haynes e Tommy Irwin. A banda durou mais de um ano de 1984 a final de 1985, com eles realizando vários shows em clubes ao redor da área de Nashville.

Após o Rich Hippies, Haynes começou a tocar na Nighthawks. Mas ele continuou a tocar com músicos locais. Um feito notável, ele co-escreveu com Dennis Robbins e Bobby Boyduma uma canção que Garth Brooks, sem dúvida um dos maiores ícones da música Country, regravou em 1990, intitulada "Two of a Kind, Workin' on a Full House", do álbum "No Fences", que se manteve em 1 º lugar nas paradas de singles dos Estados Unidos por 20 semanas.

Por volta de 1987, Warren recebeu um telefonema para fazer backing vocal em um álbum de estúdio de Dickey Betts, juntamente com Dennis Robbins. Dickey viu Warren e lembrou-se de seus dias com Coe. Dickey decidiu adicionar Warren à sua banda, como seu guitarrista após esta reunião. Com Matt Abts na bateria (futuro baterista do Gov't Mule) e Johnny Neel nos teclados (futuro membro do Allman Brothers Band), a agora formada Dickey Betts Band lançou seu álbum de estréia em 1988, intitulado "Pattern Disruptive". 

Em 1989 Haynes começou a convidar músicos locais para tocar uma vez por ano para a caridade. O primeiro show foi apelidado de "The Christmas Jam: Musician's X-Mas Reunion" em Asheville, Carolina do Norte. Alguns dos artistas presentes nessa primeira jam foram:al Jam foram: Warren Haynes, Mike Barnes, Crystal Zoo, The Stripp Band e McBad Brothers Band.  

Este evento tem continuado a crescer a cada ano e agora é chamado de "Warren Haynes Presents: The Christmas Jam". O show se esgota em questão de horas todos os anos. Devido ao crescimento fantástico, agora é realizado no Centro Cívico de Asheville. Alguns artistas que passaram pelo evento foram: The Allman Brothers Band, Blues Traveler, Jackson Browne, Johnny Winter, Drive-By Truckers, DJ Logic, Peter Frampton, Gov't Mule, John Hiatt, Bruce Hornsby, Hot Tuna, John Paul Jones (músico), Ray LaMontagne, Phil Lesh & Friends, Umphrey's McGee, Little Feat, Living Colour, Branford Marsalis, Dave Matthews, Neville Brothers, New Orleans Social Club, North Mississippi Allstars, Trey Anastasio, Mike Gordon, Grace Potter & The Nocturnals, Robert Randolph & The Family Band, John Scofield, Dr.Ralph Stanley, Marty Stuart, Taj Mahal Trio, Susan Tedeschi, Derek Trucks Band, Bob Weir, John Bell, Dave Schools, John (Jo Jo) Herman, Todd Nance & Jimmy Herring, Kevn Kinney from Drivin' N Cryin', Edwin McCain, e muitos, muitos outros. 

O evento é em beneficio a Habitat for Humanity, uma organização beneficente que constrói casas para os menos favorecidos. Em 2008, em seu 20° aniversário, The Christmas Jam consistiu em duas noites de música. No entanto, voltou para apenas uma noite em 2009.

Em 1989, a Allman Brothers Band decidiu se reunir. Na Flórida, a banda se reuniu e discutiram como proceder. Dickey Betts recomendou Warren e ele conseguiu o emprego. Também se juntaram a banda Johnny Neel nos teclados, que tinha sido um membro da Dickey Betts Band. E depois de audições para o baixo, Allen Woody foi contratado. O line-up foi estava completo para o recém-reformado Allman Brothers Band.

Em 1993, Warren lançou seu primeiro álbum solo, "Tales of Ordinary Madness", que foi produzido pelo ex-tecladista do Allman Brothers, Chuck Leavell.

Haynes tocou em quatro álbuns de estúdio com o Allman Brothers. Ele também tocou em quatro lançamentos oficiais ao vivo da banda. Ele e o baixista Allen Woody sairam do grupo em março de 1997 para que pudessem se concentrar unicamente ao Gov't Mule. Haynes só voltaria a aparecer com o Allman Brothers novamente em 2000, ao lado do jovem prodígio da guitarra Derek Trucks, logo após a morte prematura de Woody em 26 de agosto 2000. Ele voltou à banda como membro permanente alguns meses depois.

Warren e Matt Abts subiram ao palco para tocar com Bob Weir e Rob Wasserman em um clube pequeno perto do Rock & Roll Hall Of Fame sendo filmado para o filme "Hell Hounds On My Trail". 

Em 2000, Phil Lesh o chamou para tocar guitarra e cantar em seu projeto solo, Phil Lesh & Friends, onde tocou por 3 anos. Então, em 2004, quando o The Dead (os membros restantes do Grateful Dead) tiveram a necessidade de um novo guitarrista, convidaram Haynes para tocar na turnê de verão "Wave That Flag Tour". Ele tocou guitarra para o The Dead no final de 2008, quando eles se apresentaram em um evento na Penn State University, para o candidato a presidência Barack Obama e, em seguida, viajou com eles, na primavera de 2009.

Em 2003, ele foi classificado em 23° lugar na lista dos 100 maiores guitarristas de todos os tempos da revista Rolling Stone, juntamente com os colegas de Allman Brothers Duane Allman, Dickey Betts e Derek Trucks. O atual Gov't Mule é composto por Warren Haynes (guitarra e vocais), Matt Abts (bateria), Danny Louis (Teclados) e Jorgen Carlsson (baixo). Em 2003 e 2004, Warren lançou dois álbuns solo acústico, o EP "Lone", uma coletânea de performances ao vivo e "Live at Bonnaroo".

Em 2004, Warren Haynes realizou 5 shows acústicos, 3 em Nova York, 1 em San Francisco e 1 na Philadelphia, assim como abriu 23 vezes para para o The Dead e uma vez para o Allman Brothers Band.

Ele também apareceu 45 vezes em canções e 28 aparições em concertos com a Dave Matthews Band, incluindo em dois álbuns ao vivo lançados: "Live at Central Park Concert" nas faixas "Cortez the Killer" e "Jimi Thing", e "Live at Piedmont Park" na faixa "What Would You Say".

Em 2005 Warren realizou um tempo único show sob o nome de Warren Haynes & Friends. A banda incluiu Matt Abts na bateria, Dave Scholls do Widespread Panic no baixo, John Medeski e Skerik. O grupo tocou uma seleção de canções de blues, covers, incluindo músicas do Led Zeppelin, Jimi Hendrix, Tom Waits e Gov't Mule.

Após a gravação do álbum "Thread" do Gov't Mule, Warren reuniu um grupo de músicos e formou a Warren Haynes Band. O núcleo do grupo inclui George Porter Jr., Ivan Neville e Raymond Weber, além de Ian McLagan, Ruthie Foster e Ron Holloway. O primeiro álbum de estúdio da banda, "Man in Motion", foi lançado no dia 10 de maio de 2011.


Biografia gentilmente cedida pelo blog Southern Rock Brasil

0 comentários:

Postar um comentário