Twitter Facebook Google Plus Youtube

Southern Rock Rádio

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Truckers

Truckers

Truckers foi formado em Nantes, na França, e sua concepção inicial era apenas prestar tributo às bandas que amavam. Fãs fervorosos de Lynyrd Skynyrd, ZZ TOP e Creedence Clearwater Revival, tocavam na noite francesa. A banda nunca teve intuito de se tornar um grande nome ou ter milhares de seguidores, mas caso isso acontecesse estavam prontos. Pois é, não aconteceu. 

Pascal Leroux  (vocal), Christian Pribilski (guitarra), Marc Halter (guitarra e vocal),  Michel Graizely (bateria) e Jean Pierre Grandgirard (baixo), juntaram forças em 1994 e partiram para a noite francesa.  Percorreram o circuito de bares e bistrôs naquele ano, tocando covers de Lynyrd Skynyrd, ZZ TOP e Creedence Clearwater Revival e algum material autoral.


Em 1995, com mais músicas autorais na bagagem, entra em estúdio para a gravação de seu debut. “Leave me Alone” é lançado neste mesmo ano e mostra um Southern Hard Rock de bastante energia, aliado a boogie rock realmente arrebatador.


Os “caminhoneiros” decidiram produzir este seu primeiro álbum. Apenas 1600 copias foram prensadas e vendidas em seus shows. Apesar da influência clara de Skynyrd, Hatchet e CCR, ouve-se bastante de Foghat e até Budgie.


Chegava o ano de 1996 e a banda entra em estúdio novamente. Mais uma vez, produzido por eles mesmos, “Hurricane Road” é lançado no final do ano. E as influências ficam cada vez mais claras, além também de flertar com o metal e outlaw country. Mais shows em bistrôs e bares franceses.


Após dois anos com muitos shows locais, os “caminhoneiros” entram num hiato de três anos. Os membros levavam a banda como hobby, cada um tinha o seu emprego, então essa parada era até que necessária. E assim dedicaram-se às ocupações fora da música. Mas isso não os fez parar de compor.


Em setembro de 2000, estacionam seus caminhões na frente do estúdio, entram e lá ficam por três semanas. “Cross Road” dá as caras no ano seguinte e nada diferente dos outros discos, Southern Hard Rock na concepção da palavra. 


Já com bastante material (3 discos lançados), ficam em turnê por dois anos. Mas 2004 já batia à porta e entrar em estúdio, novamente, se fazia necessário.


“”Wonder of Spirit” saí em 2004.


É chegada a hora de um disco ao vivo. “Truckers Live! é lançado em 2006, trazendo em versões ainda mais poderosas músicas de todas as fases, de todos os seus discos. 2000 copias prensadas e vendidas em shows e/ou e-mail.


Truckers também entrou na onda dos discos acústicos. Para isso, alugaram um anfiteatro e lá gravaram seu mais novo disco, com ótimas versões de seus clássicos. “Truckers Unpluged” foi lançado em 2008.


Depois de dois ótimos discos ao vivo (um deles, acústico), entram novamente em hiato. E nesta parada quase que a banda se separa.


Eis que em 2013, “Travelin' Man” é lançado.


Truckers nos mostra que não é preciso nascer nos EUA, no sul, principalmente, para praticar o verdadeiro Southern Rock. O grupo não é a única do “rock sulista francês (Natchez e Red Nose), mas é, talvez, a que mais caiu no gosto dos fãs americanos.


Nunca sairiam do circuito independente. Nunca fizeram questão de sair. E não se sabe, também, se chegaram a receber alguma proposta do tipo. E o que se sabe é que a banda é perfeita no que se propõe a fazer. Tem uma ótima média de discos lançados e parece que não vai parar por aí.



Vale à pena conferir!!!! 


0 comentários:

Postar um comentário