Twitter Facebook Google Plus Youtube

Southern Rock Rádio

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

The Quill

The Quill

The Quill foi formado no começo dos anos 90 por Magnus Ekwall (vocal), Christian Carlsson (guitarra), George Atlagic (bateria), Anders Haglund (teclado) e Peter Holm (baixo), na Suécia. A banda tocou muito o seu Stoner Rock, com influência do Southern Rock, pelos circuitos de bares suecos. Peter Holm saiu no fim de1993 e foi substituído por Roger Nilsson. Após escrever material por um ano e meio, entra no Berno studio, em Malmö e gravam seu autointitulado “The Quill” em apenas três semanas. 

Com um contrato com Megarock Records, seu primeiro disco foi lançado na Europa em março de 1995. O álbum teve grande repercussão e foi votado entre os 70 grandes discos daquele ano pelo jornal sueco "Aftonbladet.

The Quill tocou no Karlshamn Rockfestival. Uma turnê pela Alemanha foi fechada, mas cancelada após alguns problemas com a gravadora.  Para compensar esse infortúnio, a banda tocou em alguns festivais de pequeno porte no país.

Já era hora de um novo disco, sem antes, em 1997, Anders Haglund deixar o grupo. Outro tecladista não foi adicionado, e permaneceram como um quarteto. Em Agosto de 1997 entram novamente no Berno Studio, em Malmö, para as gravações de seu segundo CD, “Silver Haze”. 

Houve um atraso nas gravações e o The Quill decide fazer outra nova turnê, pois sair dos holofotes não seria bom para a ótima carreira que estava se firmando.

No começo de 1999 finalmente é lançado “Silver Haze”. Com ele, uma apresentação no Sweden Rock Festival. 

Durante o verão daquele ano, a banda entra novamente em estúdio, mas dessa vez para gravar sua versão para "Where Eagles Dare" do Iron Maiden, "Frozen Over" do Captain Beyond e "Mount Everest" dos seus contemporâneos do November.

Em  2000 lança novamente seu primeiro disco, só que dessa vez em vinil. 

Na sequencia assinam com a gravadora alemã SPV/Steamhammer e com a japonesa JVC/Victor. Mais uma vez entra no Berno Studios para gravar o terceiro disco da carreira.

“Voodoo Caravan” sai 2002, na Suécia, Alemanha e Japão. Esse disco se tornou especial, pois contou com a participação do guitarrista Michael Amott, das bandas Spiritual Beggars e Arch Enemy. E para coroar o sucesso do álbum, logo confirmaram participação no Wacken Open Air, como uma das principais atrações.

Não perdendo tempo e aproveitando por estar em evidencia, era hora de gravar um terceiro disco. Mudou de estúdio, indo para o sul da suécia, na cidade de Halmstad. 

Em 2003 era lançado “Hooray! It's a Deathtrip”. Para promover o disco, fez sua primeira turnê como banda principal. Para a abertura,  Gluecifer e Monster Magnet. Percorreram toda a Europa naquela ano.

Em 2005, o baixista Roger Nilsson deixa a banda e é substituído por Robert Triches.  The Quill decide deixar a suecia para graver seu quarto álbum, “In Triumph”. Tommy Newton que produzira discos doHelloween e UFO, comandou a banda na gravação, no famoso estúdio  Area 51 Studios, em Hannover, Alemanha. E mais uma vez participam do Sweden Rock Festival.

O vocalista Magnus Ekwall decide deixar a banda em  2007.

Durante o ano de 2008 e boa parte de 2009, The Quill saiu um pouco dos holofotes. Com isso, o Baterista Jolle Atlagic entra no Hanoi Rocks para a “farewell tour”. No fim de 2009, os três membros que continuavam no grupo (Atlagic, Carlsson, Triches) decidem encontrar um novo vocalista para o novo álbum. Magnus Arnar foi contactado e integrado ao grupo no fim de 2010. 

“ Full Circle” foi gravado durante o inverno de 2010/2011, na Suécia,  dessa vez pela Metalville Records. Foi lançado em 24 de junho na Europa e 26 de julho dos EUA. 

Tocaram pela primeira vez nos EUA.

Em abril de 2012, Roger Nilsson retorna para comandar às quatro cordas do The Quill. Em 2013 seu sétimo disco,“Tiger Blood” , é lançado.

E a história da banda continua a ser escrita.

Discografia

 

0 comentários:

Postar um comentário