Twitter Facebook Google Plus Youtube

Southern Rock Rádio

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Pure Prairie League

Pure Prairie League

Apesar das mudanças significativas de integrantes, o Pure Prairie League manteve-se como uma banda de Country Rock com bastante sucesso durante os anos 1970 e início dos anos 1980, lançando dez álbuns e desfrutando de hits como "Amie" e "Let Me Love You Tonight."

Pure Prairie League foi formado em Columbus, OH, em 1969, por Craig Fuller (vocal e guitarra), George Powell (guitarra e vocal), Jim Lanham (baixo), e Tom McGrail (bateria), que deu à banda seu nome, uma homenagem às mulheres do filme Dodge City, de 1939.

A banda construiu ótima reputação em Ohio, tocando em Cincinnati por um ano, antes de ganhar um contrato de gravação com a RCA. Ao mesmo  tempo, McGrail sai e foi substituído por Jim Caughlin, embora Billy Hinds também tocou bateria com a banda por um tempo.

Com a adição do guitarrista John David Call, o grupo entrou em estúdio e gravou seu auto-intitulado álbum de estréia, que foi lançado em março de 1972, com uma capa mostrando um personagem chamado Luke - uma ilustração desenhada pelo famoso  pintor naturalista Norman Rockwell , que havia aparecido pela primeira vez na capa do The Saturday Evening Post em 1927. Luke apareceu em todas as capas posteriores, dando ao grupo uma concepção visual diferenciada.

Pure Prairie League não vendeu bem o suficiente para alcançar as paradas, e o grupo ficou fragmentado. Lanham, Caughlin, e Call saíram, e os restantes trouxeram de volta Hinds, que por sua vez recrutou um amigo, o tecladista Michael Connor, para tocar no segundo álbum, Bustin´Out,  para depois se tornar um integrante da banda de pleno direito. Entre os músicos que participaram da gravação do álbum estava o camaleão do Rock David Bowie, tocando algumas partes de guitarra. Embora mais tarde considerado um marco no Country Rock/Southern Rock, Bustin 'Out inicialmente sofreu vendas decepcionantes no seu lançamento em  1972, e a RCA dispensou o grupo.

Mas eles acrescentaram um segundo amigo de Hinds, o baixista Michael Reilly, e continuaram a tocar em todo o Midwest. Calls também voltou.

No final de 1974, em turnê, Pure Prairie League começou a pagar algumas centenas de dolar e as estações de rádio começaram a tocar "Amie", uma canção que havia ficado de fora de Bustin' Out, levando a RCA a lançar a canção como um single, reeditando o álbum, e a re-contratar a banda. Bustin' Out entrou nas paradas em fevereiro de 1975, quase dois anos e meio após seu lançamento, e subiu para o Top 40, conquistando disco de ouro. "Amie" alcançou o topo em março 1975 e se tornou um hit no Top 40. A música  tinha sido escrita e cantada por Fuller, que já não estava na banda.

Em vez disso, o sexteto formado por Calls, Connor, Goshorn, Hinds, Powell, e Reilly gravaram seu terceiro disco, “Two Lane Highway”, juntamente com diversas estrelas da música Country, como Chet Atkins, Emmylou Harris e Johnny Gimble. Foi lançado na primavera de 1975. A faixa-título não foi muito bem em sua divulgação, atingindo a posição 39 noTop 40.

O quarto álbum, “If The Shoe Fits”, foi lançado no início de 1976 e foi outro hit no Top 40, mesmo assim não gerou uma grande popularidade. Ainda nesse disco há um cover do Buddy Holly, “That'll Be the Day".

O quinto álbum, “Dance”, lançado no outono de 1976, teve vendas decepcionantes, apenas entrando no Top 100 das paradas pop. Porém, tornou-se primeiro álbum do Pure Prairie League a chegar às paradas de sucesso nos EUA.

A nível semelhante de sucesso cumprimentou os dois Lps gravados em um  concerto ao vivo, “Takin' the Stage” foi lançado no verão de 1977.

Depois do lançamento,  Call deixou a banda e foi substituído pelo irmão de Goshorn, Tim.

O sétimo álbum, “Just Fly”, foi lançado na primavera de 1978 e foi outro vendedor modesto. Neste ponto, a banda mais uma vez era fragmentada. Os irmãos Goshorn saíram para formar sua própria banda, e Powell retirou-se para passar mais tempo com a sua família, privando o grupo de seu último membro original. O trio remanescente de amigos Hinds, Connor, e Reilly foram deixados na posse do nome da banda, mas na necessidade de um novo vocalista.

Depois de extensas e cansativas audições,  Vince Gill era contratado como vocalista e guitarrista, seguido também por Patrick Bolin. Este quinteto lançou o oitavo álbum, “Can´t Hold Back”, na primavera de 1979.

Suas vendas foram decepcionantes, fazendo com que a banda deixasse a RCA e assim assinando com a Casablanca Records, uma gravadora mais conhecida pela Disco Music do que pelo Rock.

No início de 1980, Bolin foi substituído por Jeff Wilson, um cantor e guitarrista, e Pure Prairie League gravou seu debut pela Casablanca, Firin´Up. O álbum foi precedido pelo hit "Let Me Love You Tonight”, que se tornou um grande sucesso, fazendo  Firin' Up atingir o Top 40 nas paradas de LPs mais vendidos. Um segundo single, "I´m Almost Ready," fez o Top 40, e um terceiro single, "I can´t Stop The Feelin´", também fizeram sucesso.

Pure Prairie League voltou com seu décimo álbum, “Something In The Night”, na primavera de 1981, antecedido pelo single "Still Right Here in My Heart", que fez o Top 40, seguido por “You're Mine Tonight”.

O álbum não se saiu tão bem como o seu antecessor, mas fez gráfico no Top 100. Infelizmente, isso marcou o fim do destaque nacional do grupo, coincidindo com a falência da Casablanca e Gill saindo, tornando-se um artista solo de sucesso no país. Gary Burr, que apenas compunha, tornou-se o vocalista, em 1982, permanecendo até 1985, quando Fuller voltou, permanecendo até 1987 e depois indo tocar com o Little Feat, onde ele substituiu o falecido Lowell George. Nesse ponto, Pure Prairie League se dissolveu. Em 1998, no entanto, Reilly e Fuller lançaram uma nova edição da banda. A formação incluiu também Connor, Rick Schell, Fats Kaplan, e Curtis Wright, permanecendo até hoje na ativa.


0 comentários:

Postar um comentário