Twitter Facebook Google Plus Youtube

Southern Rock Rádio

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Nitty Gritty Dirt Band

Nitty Gritty Dirt Band

The Nitty Gritty Dirt Band foi formado na Califórnia durante a primavera de 1966. Mais de quatro décadas depois, o grupo ainda está forte, com Jeff Hanna, Jimmie Fadden, Bob Carpenter e John McEuen. A banda tem durado mais tempo do que praticamente qualquer outro grupo de sua época. Contemporâneos mais jovens do Byrds, que desempenhou um papel quase tão importante na transformação do Folk Rock para o Country Rock, e foram influência em bandas como “The Eagles” e “Alabama”.

Na verdade o grupo começou como uma dupla de Folk Rock, “The New Coast Two”. Tinha como seus cantores o brilhante Jeff Hanna (guitarra e vocal) e Bruce Kunkel (guitarra e baixo), sendo formado enquanto ambos estavam na escola no início dos anos 60. No momento em que os dois eram estudantes universitários, faziam informalmente jams em Santa Mônica, Calif e na loja de guitarras McCabe. E foi lá que conheceram Ralph Barr (guitarra), Les Thompson (vocais, bandolim, baixo, banjo e percussão), Jimmie Fadden (gaita, vocal, bateria, percussão) e Jackson Browne (guitarra, vocais).

Esta formação tornou-se o Nitty Gritty Dirt Band no final de 1965, começando a tocar em clubes locais. Naquela época, o sul da Califórnia estava passando por um renascimento musical, graças aos movimento do Folk Rock.  Mesmo assim, Browne deixou a b anda após alguns meses para seguir carreira solo, e foi substituído por John McEuen (banjo, violino, bandolim, violão e vocal), que era o irmão mais novo, do novo gerente do grupo, Bill McEuen. Sob os cuidados de Bill McEuen, o grupo conseguiu contrato com a Liberty Records, lançando posteriormente seu auto-intitulado “The Nitty Gritty Dirt Band, em abril de 1967, e fazendo com que eles aparecessem por diversas vezes em cadeia nacional televisiva.

O segundo álbum, “Ricochet”, lançado sete meses depois, teve um ótimo sucesso de toda a crítica musical da época, mas não vendeu muito bem. O grupo agora se viu em um impasse sobre a questão de saber se plugavam ou não seus instrumentos. Durante a dispu ta, Kunkel, que queria acrescentar a guitarra elétrica para seu som, saiu do grupo. Ele foi substituído por Chris Darrow (guitarra e violino). Ironicamente, em meados de 1968, o grupo resolveu acrescentar a guitarra elétrica e a bateria para seu.

Seu primeiro álbum “elétrico”, “Rare Junk”, lançado em junho de 1968, também foi um fracasso comercial. O grupo mal tinha trabalho, muito longe de seu sucesso de um ano antes. A banda persistiu, lançando seu primeiro disco ao vivo, “Alive!” em maio de 1969. O álbum foi um desastre comercial, e o Nitty Gritty Dirt Band encerra atividades logo depois.

Cada membro segue um caminho diferente, até que seis meses depois, o grupo estava de volta para outra tentativa. A nova formação inclui McEuen, Hanna, Fadden, Thompson e Jim Ibbotson (guitarra, acordeão, bateria, percussão, piano e vocais).

Voltaram para a gravadora, agora tomando todas as rédeas sobre suas gravações. Bill McEuen tornou-se produtor do grupo, bem como seu gerente. O primeiro resultado desta nova era foi o disco “Uncle Charlie & His Dog Teddy”, lançado em 1970. Enraizada firmemente no Country, não trazia nenhuma novidade do que já havia aparecido em seus registros anteriores. O álbum rendeu o que é o único hit mais conhecido do grupo, o cover de "Mr. Bojangles ” de Jerry Jeff Walker. E, de repente, a banda teve uma sequência maior de exposição, o que já acontecera em 1967.

Seu próximo disco, “All the Good Times”, foi lançado em 1972, sem grande alarde.

Ainda em 1972, várias bandas de Rock, principalmente os Byrds e os Beau Brummels, buscaram credibilidade musical excurcionando por Nashville, mas foram mal recebidos e seu trabalho ignorado pela imprensa e público. Por sugestão do gerente de Bill McEuen, no entanto,  grupo foi para Nashville e gravou uma seleção de tradicionais hinos Country dos artistas Roy Acuff, Earl Scruggs, Mother Maybelle Carter e diversos outros membros de elite.

O álbum triplo, “Will the Circle Be Unbroken”, lançado em janeiro de 1973, vendeu um milhão de copias e gerando críticas positivas, tanto da imprensa roqueira e do Country. Durante o ano e meio que se seguiu ao sucesso de “Will The Circle Be Unbroken”, Les Thompson deixou o grupo, reduzindo a um quarteto.

O próximo álbum, “Stars & Stripes Forever”, foi lançado no verão de 1974, e era um disco ao vivo bastante peculiar, pois o mesmo fazia uma estranha mistura de músicas e diálogo. Após mais um álbum de inéditas, “Dream” (1975), o grupo lançou sua primeira coletânea,  em LP triplo, intitulada “Dirt, Silver & Gold”, no final de 1976. Neste meio tempo Jim Ibbotson deixara o grupo para ser substituído inicialmente por Bob Carpenter. O trio remanescente decide encurtar o nome para “The Dirt Band”.

Com esta formação, tornou-se muito mais mainstream, com uma roupagem um pouco mais Pop Rock,  som mais suave, e Jeff Hanna sendo produtor também. Seus registros eram muito menos excêntricos, embora continuassem a ser popular. Próximos álbuns da banda foram decididamente mais descontraídos do que os registros anteriores, não atraindo muita atenção.
“An American Dream, de 1980, fez relativo sucesso, assim como “Make a Little Magic” (1981).

Em 1982, porém, eles estavam de volta às raízes do seu país, rebatizado de “The Nitty gritty Dirt Band” e com a volta de Jim Ibbotson.
“Lets Go”, lançado em meados de 1983, anunciou seu retorno ao Country Music, como uma banda em grande parte acústica.

Em 1984, após 17 anos com a Liberty/Capitol Records, assinam com a Warner Bros, e nesse mesmo ano fez algumas manchetes como a primeira banda de Rock americana a visitar a antiga União Soviética. Seus álbuns pela Warner vendiam muito bem, mas até o final da década de 1980 o grupo ainda mudaria varias vezes de gravadoras.

Em 1989, tanto como um reflexo da mudança dos tempos, o grupo lança Will lThe Circle Be Unbroken Vol. 2, pela  MCA/Universal Records, reunindo-se com os  veteranos do Country e Bluegrass do álbum original e acrescentando uma lista de participações especiais, incluindo Johnny Cash, Chris Hillman e Ricky Skaggs. O disco ganhou o “Grammy for Best Country Vocal Performance (duo or group)” e “The Country Music Association's Album of the Year Award” em 1989.

Muitos de seus discos nunca saíram muito dessa linha Country/Bluegrass.
O grupo continuou a gravar um novo álbum a cada ano, incluindo um álbum ao vivo, “Live Two Fire”, comemorando seu aniversário de 25 anos como uma banda de altos e baixos.

Em 1999 eles voltaram com o aclamado álbum “Bang, Bang, Bang”, seguido pela terceira parte da trilogia “Will The Circle Be Unbroken”, em 2002, e um disco com novo material,” Welcome To Woody Creek” em 2004.


0 comentários:

Postar um comentário