Twitter Facebook Google Plus Youtube

Southern Rock Rádio

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Geórgia Satellites

Geórgia Satellites

No início em 1980, Dan Baird, Rick Richards, Keith Christopher e David Michaelson formaram uma banda chamada Keith And The Satellites em Atlanta, Geórgia. Depois de tocarem em diversos bares locais, a banda mudou a sua formação. Dave Hewitt e Randy Delay entraram no lugar de Keith e David.

Com a nova formação, a banda grava uma demo com seis faixas no Axis Studios, em Atlanta. Mudam o nome para The Georgia Satellites. Logo após a gravação, a banda se separa no verão de 1984.

Muda-se para a Inglaterra e seu manager inglês, Kevin Jennings, levou a demo para uma gravadora pequena de Yorkshire, a Making Waves, que gostou do material e lançou como o EP "Keep the Faith" em 1985. A resposta da imprensa para o EP foi positiva e levou a banda a se reagrupar nos Estados Unidos. Baird foi tocar com o Woodpeckers na Carolina do Norte, enquanto Richards permaneceu em Atlanta com o Hell Hounds, que incluía Mauro Magalhães (bateria) e Rick Price (baixo). Com Baird, aderindo ao Hell Hounds, o The Georgia Satellites renasce e gravadoras americanas começaram a tomar conhecimento da banda.

Em 1986 a Elektra Records estava disposta a assinar com a banda, que em seguida se reuniu com Glixman para gravar seu primeiro álbum no Cheshire Sound Studios, em Atlanta.

"Georgia Satellites" foi lançado em 1986, sendo um grande sucesso. O álbum vendeu mais de 2 milhões de cópias.

Em 1988, a banda gravou a faixa "Hippy Hippy Shake", um cover de Chan Romero, gravada em 1959, para o filme Cocktail. Lançada como single, a canção alcançou a 45° posição na The Billboard Hot 100 e 13° na Mainstream Rock. Durante esse ano a banda lançou seu segundo álbum, "Open All Night", que incluía um cover da música "Don't Pass Me By" de Ringo Starr.

"Open All Night" não obteve o mesmo sucesso do álbum anterior, alcançando apenas a 77° posição na The Billboard 200.

Assim como seu anterior, "In the Land of Salvation and Sin" (1989), não obteve um sucesso comercial relevante, apesar das boas criticas.

"In the Land of Salvation and Sin" foi o último álbum de estúdio da banda com a formação original, pois Baird deixou a banda em 1990 para seguir carreira solo.

O Georgia Satellites, ao lado do “The Blasters”, se diferenciou, por um momento, das outras, ao se preocupar com as suas raízes. A competência de Baird ao compor, também era um diferencial.

O sucesso de "Georgia Satellites" fez com que à gravadora pressiona-se a banda (alfo muito comum naquela época), para que o sucessor andasse na mesma trilha, como sempre, isso atrapalhou. A banda se perdeu e não conseguiu mais se encontrar.

O guitarrista Rick Richards juntou-se ao Izzy Stradlin & The Ju Ju Hounds três anos mais tarde. Baird seguiu em carreira solo e teve um pequeno sucesso no final de 1992 com "I Love You Period". Em 1996, ele ajudou a formar  Yayhoos depois de lançar seu segundo álbum solo. O Yayhoos tem dois álbuns, sendo o mais recente de 2006. Durante meados dos anos 90, o Georgia Satellites tem se reunido sem Baird. Eles lançaram Shaken Not Stirred em 1997.

Depois de um breve período após a saída de Baird, o Georgia Satellites retornou em 1993. Liderado pelos membros originais da banda Rick Richards (guitarra e vocal) e Rick Price (baixo e vocais), com Kenny Head  teclados e Todd Johnston na bateria, eles continuaram a tocar.

O álbum de 1997, "Shaken Not Stirred", era uma mistura de regravações do seu material anterior e de oito novas canções.

A banda ainda está na ativa e sua formação atual é: Rick Richards (guitarra e vocal), Rick Price (baixo e vocal) e Todd Johnston (bateria).

Veja também:
Discografia - Geórgia Satellites.


0 comentários:

Postar um comentário