Twitter Facebook Google Plus Youtube

Southern Rock Rádio

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Blackfoot - Flyin' High (Review)

Blackfoot - Flyin' High (Review)

O termo “Southern Rock” automaticamente já nos remete da três grande bandas do estilo, o The Allman Brothers Band, Lynyrd Skynyrd e Blackfoot. Será que o fator geográfico tem alguma coisa a ver com isso? Obviamente as três fazem parte deste estilo, só que me refiro a uma cidade em especial: Jacksonville, na Flórida, que para muitos é o “solo sagrado do Southern Rock”.
Enfim... O Blackfoot veio daí e com ele grandes discos. Muitos citam apenas a “trilogia dos bichos” (Tomcattin´, Strikes e Maraunder), esquecendo que antes a banda já lançara uma pequena obra-prima, seu segundo álbum, batizado de Flyin' High. Titulo mais do que perfeito, visto que o grupo já “voava alto” musicalmente e liricamente falando.

1 - Feelin' Good: Não é a toa que essa canção já foi abertura de uma centena de shows da banda. Um autêntico Southern Rock mesclado ao um Boogie Rock carregado de grandes solos de slide. Rick Medlocke solta a sua voz de maneira monstruosa, talvez deixando aquele seu amigo “mala” surdinho.

2 - Flyin' High: Acho que o titulo tem um propósito, mostrar que o Blackfoot realmente estava a fim de chegar lá. Southern Rock bastante digno de suas origens, com ótimos refrãos e pegada. Aposto que muita gente já se pegou cantarolando as estrofes. Eu já.

3 - Try a Little Harder: Não, você não está ouvindo um som do Lynyrd Skynyrd. Apesar de muita gente, meio que de supetão, achará isso. Uma música deliciosa de se ouvir. Começa leve, mantém uma calmaria, inspira... Até se tornar um pouquinho mais acelerada. Só um poquinho, viu? Lirismo simplesmente fenomenal e mais um refrão digno do estilo. Honestidade na concepção da palavra.

4 - Stranger On The Road: Para quem gosta de uma bateria com bastante swing e flertando com o Funk da gravadora Motown vai se esbaldar com essa. Mais uma vez a parte lírica é a bola da vez nessa música. Um clássico esquecido do Blackfoot.

5 - Save Your Time: Mais uma vez o destaque vai para a bateria “batuque” de Jackson Spires. As batidas certeiras em seus tons e com pouco uso das caixas fazem desta música algo mais dançante. O vocal de Medlocke faz dobradinhas e mais dobradinhas com a guitarra de Charles Hargrett deixando tudo tão delicioso e sulista.

6 - Dancin' Man: O Southern Rock se encontra com o Hard Rock e o resultado só poderia ser uma epopéia explosiva. Sim, o Rock também tem o seu lado poético e é exatamente isso o que acontece neste outro clássico do Blackfoot. É pra dançar? Sim, só não garanto uma parceira.

7 - Island of Life: O encontro entre a balada e o lado mais selvagem do Rock. E o Blackfoot sabe fazer isso com maestria. Riff´s arrasadores e com um Medlocke cantando muito.

8 - Junkie's Dream: Quem disse que para se curtir um som é preciso deixar a sobriedade de lado? É tão gostoso ouvir um ROCKÃO limpo. That´s Smell do Skynyrd já nos alertava sobre os males das substâncias ilícitas. Enfim... Outro ótimo ROCKÃO. E orgulhoso por ser CARETA.

9 - Madness: Este titulo te remete a o que? EXATO! Sem mais comentários!

10 - Mother: Outra que não preciso tecer maiores comentários. Somente o título desta canção já nos prova que isso é sensacional.
Este segundo disco, talvez esquecido por muita gente, foi um divisor de águas na vida do Blackfoot. Ele precedeu um uma “trilogia” simplesmente genial. Tenho certeza que muita coisa aqui refletiu de maneira positiva nos clássicos Tomcattin´, Strikes e Maraunder.

É o Blackfoot em grande forma. Confira.

Rickey Medlocke (guitarra e vocais)
Charlie Hargrett (guitarra)
Greg T. Walker (baixo)
Jackson Spires (bateria)

0 comentários:

Postar um comentário